domingo, maio 07, 2006

Dúvidas filosóficas

Até sexta passada, acha que pelo menos duas coisas eram certas na vida: a morte e o princípio defendido por Descartes: “penso, logo existo”. Enfim, depois de ouvir sobre buracos negros, léptons, estrelas-brancas, universo nanomicroscópico, Popper, Kant e sei lá que outros diabos, só sei que nada sei. Se a minha cabeça já era o verdadeiro caos, agora ela é um pandemônio.
Sempre achei que a faculdade de jornalismo era beeemmm fraquinha desde o meu tempo, a velha quase balzaca aqui, já tá chegando aos dez anos de formada. E parece que cada vez piora. Já ouvi máximas de estudantes de jornalismo que parece que se vangloriam de não ler.
- Não lei jornal, revista e não me interessa.
Chocante, não é mesmo?!?!?!
Outra coisa, que sempre me deixou abismada foi como passamos quatro anos dentro de uma faculdade sem nunca sermos cobrados a falar uma outra língua estrangeira (o que deveria estar no currículo) e sem termos aprofundamento nenhum. - Eu odeio política. Outras frase básica, que ouço de jornalistas e candidatos a. Ok, problema o seu, mas sem estudar pensadores e filósofos que tentaram entender e definir esse bicho, não tem como escrever sobre nada. Viver é fazer política, fazer concessões.
A gente não tem direito na faculdade filosofia, economia, ciências sociais (que é dada muito por cima), cultura geral. NADA!!!! Como é que a gente sai pro mundo depois da Uni sem preparo algum pra atuar no campo esportivo, na área cultural, ou mesmo na geral de um veículo.
Daí tu cai num curso de especialização, pois acha que tá na hora de dar uma reciclada e tirar as teias de aranha, e comprova que tu não sabe nada mesmo. Vou passar a dormir menos duas horas pra tentar ler tudo o que eu gostaria antes de morrer. E ficar com inveja daqueles gregos malditos que inventaram tudo isso só porque não tinham televisão pra matar o tempo.

2 comentários:

Lu Thomé disse...

Como ler tudo? Dos clássicos aos lançamentos? Querida, quando descobrir, por favor, me avisa! Beijos!

Trevas disse...

Já comecei a dormir menos. Quero chegar ao limite da Bete, dormir quatro horas por noite e estar pilhada no outro dia. Quem sabe assim, pelo menos eu consiga ler tudo o que tenho em casa.
BJs