segunda-feira, janeiro 16, 2006

A palavra é...PRATICAMENTE


Sou praticamente um nada ou praticamente um tudo. Como? Sinceramente, eu não sei.

É como se pudesse definir alguém como "PRATICAMENTE HONESTO", ou uma mulher "PRATICAMENTE SÉRIA", e assim por diante. Mas não existe meio termo. É ser ou não ser, certo? ERRADO! Nos dias atuais, para certas pessoas, isso não existe mais. Ridículo, não?

Será que alguém poderia me ajudar a descobrir como alguém pode ser praticamente alguma coisa?

2 comentários:

Trevas disse...

caverninha... agente praticamente vive numa sociedade ética e justa.

Vandinha disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.