terça-feira, agosto 29, 2006

Morte ao meu vizinho e ao Gênesis

A cabeça latejava. Mal conseguia abrir os olhos. Parecia que todos os sinos tinham marcado uma reunião e o ponto de encontro era a minha cabeça. Zonza e com o estômago embrulhado, jurava pra mim mesma que jamais buscaria aplacar minha raiva no fundo de uma (várias) garrafa (s) de cerveja. Sábado, 11 da manhã e eu só queria um pouco de coca-cola, tomar um analgésico e voltar a dormir.
Mas, meu vizinho do andar de baixo estava numa jornada pra impedir o meu descanso. Pela milionésima vez ele tocava aquele maldito Cd do Gênesis a todo o volume. Parecia que ele estava na minha sala ou sapateando na minha cabeça. Tentei me esconder embaixo dos travesseiros, das cobertas. Qualquer coisa que abafasse aquele som, que parecia vindo direto das profundezas do inferno. Que ódio!!! E nem forças de gritar eu tinha. E o desgraçado do andar de baixo apertava sem parar no Repeat, pois as músicas se sucediam na mesma ordem, uma, duas, cinco, um milhão de vezes. Morra, morra, morra!!!!
Porém a dor era mais forte e eu acabei dormindo mesmo com aquele barulho nos ouvidos. Acordei no meio da tarde, me sentindo bem melhor. Pelo menos os sinos tinham ido embora. Mas, o Gênesis não. Socorro!!! E foi assim até o final do dia.
Entretanto a vingança vem de jegue mesmo e chegou no domingo, quando minhas forças estavam recuperadas e a cabeça não doía mais. Agora eu poderia contra-atacar. Assim que ele ligou o seu aparelho de som eu estava a postos e detonei um Franz Ferdinand que abafou o seu Gênesis. Quanto mais ele aumentava o volume, mais eu detonava minhas caixas de som e dava pulos na sala acompanhando o ritmo com minhas botas de salto oito. Era minha vez de sapatear – ou de dançar a chula na cabeça dele, como bem diz a Cris.
Depois foi a vez de arrasar ele com Strokes. Volume máximo. Vitória, ele desligou o som e os outros vizinhos devem ter respirado aliviado. Para o próximo round ele que se prepare porque o Ramones e o Nirvana já estão separados.

Um comentário:

Sombria disse...

Hmmm... Franz e Strokes a todo o volume?! Te convido a ser minha vizinha!!