segunda-feira, junho 05, 2006

Da série No Futuro: Feijões Lunares

Data estelar:3013

O ar na terra não é mais respirável, o solo foi contaminado e a água dos oceanos são escassas. A população sobrevivente da hecatombe nuclear ocorrida no milênio anterior vive de forma artificial em cavernas subterrâneas longe do sol. O pouco ar que sobrou é armazenado e vendido por grandes empresas em tubos metálicos.
Com a ajuda da tecnologia e de robôs, essa nova civilização conseguiu ir onde nenhum outro homem ousou chegar. As viagens espaciais para conhecer os anéis de saturno são uma realidade para aqueles que dominam esse novo mundo: os plantadores de feijão lunar. Esses ricos agricultores do espaço conseguiram criar as condições ideais para plantar e obter alimentos para a sobrevivência na terra.
A origem do feijão na lua se perdeu na história, mas reza a lenda que o primeiro feijão chegou ao espaço pelas mãos de um astronauta de um país abaixo dos trópicos no distante ano de 2006. Contam ainda que na época o investimento foi visto como um absurdo pelos tacanhos antepassados dessa raça de sobreviventes.
Hoje, os novos senhores da agricultura lunar usufruem de naves espaciais particulares e avançam seus domínios para Saturno, onde exploram o turismo local. Na Terra, aqueles que têm uma vida mais abastada – os felizardos que trabalham no aeroporto de espaçonaves – podem desfrutar nos restaurantes da moda – que oferecem oxigênio como sobremesa – de receitas inusitadas feitas à base de feijão lunar, que apresenta uma cor esverdeada. Dizem os anciões que são parecidos com o que chamavam de ervilha. O próximo salto tecnológico, prometem os agricultores do futuro, é desenvolver artificialmente um produto que acompanhe feijão. Dizem os pesquisadores que pode ser algo chamado de arroz lunar.

5 comentários:

Lu Thomé disse...

Lembre-se: ele é o pai de todos nós... Isso TEM que fazer algum sentido... HAHAHA!!!!! Adorei os feijões! Beijos!

Tita Aragón disse...

Essa conversa me deu fome! Que tal babatinhas fritas venusianas? Huuuuuuuuuuummm!!!

Ana Paula disse...

sentido fará, jovem padawan. não ocupa lugar o conhecimento. gastando dinheiro não estás. quanto aos feijões, garanto que os gases devem ser estratosféricos. mas lá, assim como aqui, serão esses gases os responsáveis pela rombo na camada de ozônio.

Dalva disse...

Hmmm... tem Vigilantes do Peso lá? Tô ferrada! Olha, concerta o título desse post, que vc digitou errado, ô. "série" - e parabéns. Gostei. Do texto. É. Que a força esteja contigo.

Trevas disse...

Dalva, acho que tava com fome quando escrevi esse texto, por isso comi uma letra. Já está corrigido. E, no furuto, não teremos mais Vigilantes do peso e nem giseles bunchens.