quinta-feira, setembro 11, 2008

Desabafo



Os dias de chuva revelam um tipo bem particular de motoristas. Os do tipo filhosdaputa que parecem que fazem questão de fazer as curvas mais abertas só para passar a 60 km/h por cima de uma poça d´água e dar um banho nos pedestres que tentam manter alguma parte do corpo seca. Motoristas de ônibus, lotação ou taxistas são os piores. Parece que eles procuram uma parada cheia, na qual as pessoas já estão se espremendo contra as paredes ou muros para fugir dos respingos, e vêm a toda velocidade e levantam aquela cascata de água antes de frear. Dá pra imaginar o cara tendo um orgasmo dentro da sua lataria enquanto vê um bando de gente se fuder lá fora.

Em dias de temporal em Porto Alegre não adianta guarda-chuva, casaco, capuz, pedidos a São Pedro, podes crer que em alguma esquina tu vai acabar tomando um banho e chegar no teu compromisso pior que a Bridget Jones na cena final do No Limite da Razão.

Quem dirige e está lendo o blog (alô, ainda temos leitores?) deve estar dizendo que eu não dirijo por isso não sei que muitas vezes não há como desviar das poças. Ok, eu não dirijo, mas educação eu tenho e consideração também. Não dá pra desviar porque o trânsito é caótico? Beleza, mas pelo menos diminui a velocidade. A merda é que quem não precisa andar na chuva tá pouco se lixando pra quem tá nessa situação. Então, meu filho, pra ti que acha que os outros têm mais é que se danar ou quem tá na chuva é pra se molhar, eu e todas as pessoas que chegam em casa ou no trabalho como um pinto molhado desejamos apenas o mesmo. Mas, EM DOBRO!!!!!


5 comentários:

Anônimo disse...

Bah, perfeito esse texto! Eu dirijo e sempre estou atenta a isso. Mas que tem de gente sádica, é uma barbaridade. Lu

Larissa Bohnenberger disse...

Apoiado!!!
Aliás não é a única coisa que causa prazer mórbido em motoristas de taxi, ônibus e lotação. Brincar de acelerar e frear bruscamente até deixar os passageiros verdes também!

Marina e Clara* disse...

É verdade... aorei o seu jeito de se expresar..
Volto mais vezes..
Bjoos da Mah*

Penkala disse...

nunca esqueço da minha primeira semana de trabalho lá naquela agência. eu ainda ia social, de salto e tudo. na parada do bourbon, esperando t2a, calça social marrom (blé), com um frio desgraçado, atrasada (porque t2a, né? tu lembra bem!), e não é que na rua vazia me passa um carro bem naquele buraco que tem na frente da parada e me molha toda?! e com barro, ainda!

tive que ir embarrada trabalhar. e com frio.

Carol (Tita) disse...

O grande problema da humanidade são os filhosdeumagrandeputa que fazem este tipo de coisa calhorda e idiota!

Que nojo!
Nessas horas eu queria libertar o Incrível Hulk que vive dentro de mim e amassar a lataria do carro de um imbecil desses, com ele dentro, e atirar no Guaíba!