domingo, agosto 17, 2008

Emo tardia

Sábado. Pelas 20h30. Zaffari da Lima e Silva.
Uma garrafa de espumante numa mão e na outra um pedaço de queijo.
A caixa passa as minhas compras e me faz um pedido insólito: - Documento de identidade, por favor?
Enquanto abro a bolsa, penso mas pra quê identidade se não vou pagar com cartão algum?
Daí a ficha cai e começo a rir, ou melhor, gargalhar que nem uma maluca. E pergunta: é por causa da bebida?
E não é que era! Acreditem ela achou que eu era menor de idade. hahahahahahahaha
Acho que fazia uns 12 anos que ninguém pedia minha identidade para entrar em qualquer lugar ou comprar bebida.
Diante da situação, a caixa - depois de ver a data de nascimento e fazer as contas rapidamente, me dá um sorriso amarelo e emenda: é que o rosto engana...
Perfeito, ganhei meu dia, meu findi e talvez o mês também.
Ao sair rindo do super fiquei imaginando que o meu modelito emo tardia deve ter ajudado a confundir a moça. Lá estava eu com meu allstar de sempre, saia e blusas pretas, jaqueta jeans, e manta preta e branca. A verdadeira tia emo!

4 comentários:

Gabriela disse...

O Zaffari além de ter o melhopr atendimento também levanta nosso moral!!!!!!hahahahahaha...

Larissa Bohnenberger disse...

Ahahahahahahahahah!
Ótimo! Acho que vou me arrumar uns modelitos emo também, pra ver se engano! Rsss!
Bjs!

Carol (Tita) disse...

Hihihihi!!!
Bem-vinda ao clube, Tati!
E isso que eu nem me visto de 'emo' e acabo de cruzar a barreira dos 'enta'!!!

Dany Darko disse...

Faz isso é ter cara de boneca. Que difícil, né? (: