segunda-feira, fevereiro 26, 2007

E o Oscar de estupidez vai para ... a Globo




Maldita seja a minha conta bancária por não me permitir ter um pacote da Net, além do básico para ver uma boa imagem. Presa a prepotência e estupidez da Rede Globo, voltei no tempo e me senti assistindo a primeira transmissão do Oscar na história, feita pelo rádio mesmo. O bom, foi poder usar toda a minha imaginação para tentar visualizar o que diziam os apresentadores do Rádio Guaíba. Melhor ainda foi a minha cara de ódio profundo enquanto o trio ria de piadas que jamais entenderei, pois eles se divertiam e o público – talvez nem eles acreditassem que alguém os estivessem ouvindo – que se danasse.
Não sou acho que o Oscar signifique realmente alguma coisa sobre a qualidade dos filmes ou seja um bom indicativo do que se deve ver ou não na telona. Mas, tradições são tradições e pelo menos o domingo não fica tão tedioso. Com a entrega do Oscar não há Tele Dormingo e a minha insônia e eu não precisamos mais vaguear pelos parcos canais que tenho até cair na Ulbra, que inventou agora de só ter filme dublado. Socorro!!! . Porém, fiquei totalmente a mercê da emissora carioca, que ao invés de cortar aquela bosta de BBB7 parece que prolongou. Como se eu tivesse a menor preocupação com o que aquele monte de bombado e loiras burras e peitudas pudesse dizer.
E para completar o cenário ridículo, enquanto ouço no rádio que O Labirinto do Fauno, ótimo filme de Guillermo Del Toro (o mesmo de Espinha do Diabo) já tinha ganho o primeiro dos seus três prêmios, vejo a repórter da Globo comentar com a maior cara de pau durante um dos intervalos do BBB que a “cerimônia começou mas ainda não saiu nenhum prêmio”. Ok, tenho cara de idiota mesmo! Preferia ver as gafes das apresentadoras jumentas do SBT, pelo menos eles mostravam a festa toda. Como eu queria ter a TNT ontem de noite.
PS: Esqueci!!! Uma coisa boa desse Oscar: a cara de bunda do Iñárritu quando Babel não ganhou nada além de trilha sonora original.

2 comentários:

Tita Aragón disse...

Bah, sem TNT ninguém merece, mas mesmo assim, o Rubens Ewald Filho deve ter uma puta inveja da Penelope Cruz porque esculhambou com a mulher até não poder mais! Depois, como se não bastasse, avacalhou de modo 'romanesco' com o queixo da Reese Witerspoon. Agora, pergunta se ele falou da obesidade careca do Jack Nicholson ou do olho caído do Forrest Withaker? Santa boiolice, batman, a comunidade gay deveria excomungar o Rubinho!

Celso disse...

A questão do BBB é puramente econômica pois rende milhões à Globo e às operadoras de telefonia e pois não acrescenta absolutamente nada.
Parabéns pelo registro.