quarta-feira, março 01, 2006

Fica em casa, meu!

Não sou das pessoas mais fáceis de se conviver, admito, mas tem certas coisas que vão além do limite do suportável. Cinema pra mim é um ritual, que começa desde a escolha do filme que quero ver, onde ele está passando, avaliação do quanto de grana há disponível para a empreitada, e a delícia de sair de casa cheia de expectativas sobre o que será apresentado na telona. As duas horas, ou mais, que fico dentro da sala de projeção são especiais, de total dedicação ao que está sendo contado. É quando desconecto da realidade e passo a ser absorvida pelo que rola na minha frente.
Por isso, é de matar a criatura que sai de casa, gasta o seu dinheiro e passa o tempo todo FALANDO. No mínino, a pessoa não tem nenhuma educação, no máximo é um idiota mesmo. Em pleno feriado de carnaval, lá foi eu pro Praia de Belas - não gosto de ver filme em shopping exatamente por causa disso, as pessoas falam e comem sem parar - , mas como tinha promoção, lá fui eu. Logo no início de Crash - baita filme aliás, recomendo - um babaca do meu lado atende o celular e ainda grita: - Tudo bem contigo? Ao que rebati com um ninguém merece bem alto, até que o jumento se tocou o desligou a merda. Também não deu mais um piu durante todo o tempo. Alívio!
Mas, para o meu azar, sim porque os babacas andam em grupo, um débil mental atrás de mim passou o resto da projeção comentando as cenas pra rica namorada, que deve ser outra estúpida pra não entender o que tava vendo na tela. Com esse não adiantou os sshhhhiiiiiii, nem o cala a boca, que tive que largar no auge da minha irritação. O retardado continuou a sua descrição do óbvio, como quando o carro capotou ("olha o carro virou") ou no monento em que há uma cena de abuso de autoridade tremendo ("eu não acredito nisso"). Bah, sério, eu é que não acredito que um animal desses prefere ouvir a própria voz do que prestar a atenção no que tá rolando na tela. Ele e o seu egocentrismo deveriam ir tomar bem no meio do olho do cu.
Por isso prefiro o Guion, com suas salas pequenas e cadeiras que reclinam, lá pelo menso as pessas ainda ficam quietas e ninguém fica ruminando os 120 minutos.
Desabafei...

Um comentário:

Tita Aragón disse...

Putaquepariuquemerda!!!! Dá vontade de matar mesmo estes protozoários...